Novidades

Dicas

NÃO JULGUE - POR BABY GRAYSON

21/03/2022

 

Quem te nomeou juiz da conduta do OUTRO?

Essa semana estava concluindo uma tese para apresentação e o tema era justamente esse: “Quem te nomeou juiz de conduta do OUTRO”, e entre livros, podcasts e algumas entrevistas conclui o óbvio, que somos apressados em julgar, mas tardios em COMPREENDER.

Porque na maioria das vezes somos SUPERFICIAS rasos em nos relacionarmos com o outro; E sendo assim, julgar ou ditar a forma que ALGUÉM deve se comportar é muito mais fácil do que tentar COMPREENDER suas ações, medos ou DORES.

Com esse habito impensada às vezes geramos inúmeros GATILHOS nas pessoas que nos RODEIAM, pois, algumas delas por não compreenderem a si mesmas, tentam se enquadrar em nossos achismos para serem aceitas ou se sentirem AMADAS.

E infelizmente às vezes essa ação pode gerar um DANO irreparável.

Enfim... não julgue ou dite uma “conduta” que em sua visão é adequada ou deve ser adquirida pelo OUTRO. Ninguém precisa se ajustar a você para ser MELHOR ou bem QUISTO ao contrário, apenas precisa se entender e compreender quem é de fato É em sua essência, e qual o seu LUGAR nesse mundo.

Ao invés disso faça diferente. Ame, Perdoe, Compreenda, Aceite e evite Julgamentos.

Antes de querer MOLDAR o outro, busque compreender a si MESMO e assim que sabe, você consiga entender que também possui pontos a serem APRIMORASOS em sua jornada.

Seja FELIZ, se liberte do julgamento tanto para si como para as pessoas que te rodeiam. Como diria o grande sábio Charlie Brown Jr: “Você tem o direito de falar o que pensa, mas não tem o direito de julgar quem não conhece”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ME Assessoria Literária Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por pattyrocker
Topo