Novidades

Dicas

LIVROS E MINHAS REFLEXÕES - GLÓRIA BALIEIRO

21/06/2021

 


Hoje quero escrever sobre os caminhos da escrita, que para mim  não existe forma correta, faça isso ou aquilo, cada um vai se adequar ao seu ideal. Há os que precisam seguir um esqueleto, com início, meio e fim, ter a história mais ou menos na cabeça, pesquisar muito, fazer muitas anotações, deixar tudo quase pronto e aí começar o processo de escrever propriamente.

De certa forma, acho que esse método, não vou dizer mais fácil, talvez mais prático e praticamente sem aquele famoso dia, que você senta    na frente do computador e nada, as ideias não fluem.

Sou do tipo que não tem nenhuma programação para escrever, exceto algumas pesquisas, talvez amadorismo, também não sei, mas escrevo dentro de um tema central, que pode vir de um sonho, de um cenário    e até mesmo por uma intuição.

Recentemente através de um curso que estou fazendo, aprendi  sobre os seguintes termos:

Plotter- prefere mapear tudo antes de escrever seu livro, conhece seus personagens e o que acontece com eles do começo ao fim.

Pantser- você escreve livremente, começa pelo cerne de uma ideia e escreve pelo processo de descoberta e foi assim que descobri que sou uma pantser.

Mas, independente disso, sei que vamos amadurecendo e ficamos mais refinados e críticos com a escrita em si, principalmente quando estamos escrevendo um livro de ficção, falo de ficção pois é o que escrevo, mas sei que vale para tudo, dentro do processo de escrita.

Dentro de uma história também está muito de quem somos, principalmente quem escreve de forma intuitiva, o que pensamos, de que forma esse livro pode contribuir, ser uma maneira prazerosa, passar algo de valoroso para fazer pensar, em atitudes e atos, que refletem no outro e no planeta, eu sempre escrevo através de minha forma de sentir e expressar.

Livros são uma forma de unir o prazer e a utilidade, pois mais que o livro seja ruim, no mínimo desenvolver seu vocabulário.

Não sou de escrever textos longos, gosto muito de expor meus aprendizados e compartilhar experiências, sem nenhuma pretensão  de ser certo ou errado.

Sou uma apaixonada pelos livros, são como grandes amigos, agora com essa variada forma de lê-los, tornou-se bem mais fácil e acessível. Mas o gosto pela leitura deve ser incentivada desde da tenra infância, para se tornar um hábito e gostar mesmo, pois diante de tanto estímulos que estão disponíveis, a criança que não for incentivada pelos pais ou professores, dificilmente vai gostar de ler, pois exige concentração e quietude para envolver-se na história de um bom livro, mas ao adquirir esse prazer com certeza nunca mais deixará de tê-los, perpetuando para a posteridade.

 

Enfim, falar sobre livros é ótimo e escrever é melhor ainda, é  uma paixão.

Por hoje é isso!

Gratidão pela oportunidade!


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Olá!
    Concordo que livros são uma excelente forma de unir prazer com utilidade e eu sou o tipo que senta e escreve o que vem a mente, mas, eu curto fazer um cronograma do que postar também, esse ano não fiz, me deixei mais livre mas, eu gosto de pelo menos ter dias certos toda semana pois dessa forma eu consigo me encontrar melhor e ter uma rotina.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante é encontrar o jeito que cada um se sente bem e dá certo né Vanessa? Obrigada pelo seu comentário :)

      Excluir

ME Assessoria Literária Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por pattyrocker
Topo