SE HOUVER 1% DE CHANCE DE DAR CERTO, TENTE!


Romance * Editora Novo Conceito * Nicholas Sparks * 304 páginas * 5 🌟 * Onde comprar: Amazon


Sinopse:


A escolha conta a história de duas pessoas bem diferentes: Gabby, uma mulher da Carolina do Norte, que sempre obedeceu aos pais, comportou-se bem e nunca arranjou muito tempo para si, e Travis, o veterinário da cidade, que adorava viver nos extremos, com seus esportes radicais. Acontece que Gabby e Travis têm algo em comum: são vizinhos e amam cachorros. Ele tem um boxer gigante e ela, uma border collie. E, graças aos cães, os vizinhos se conhecem. Tem lições sutis sobre o amor e a esperança. Reforça a teoria de que todas as escolhas, independente do quanto possam parecer sem importância, sempre têm consequências, mesmo que num futuro distante. Sparks se tornou um excelente contador de histórias graças à sua capacidade de pegar pessoas comuns, colocá-las em situações extraordinárias e criar conclusões inesperadas.

Resenha:


Travis Parker é um veterinário, trabalha numa clínica junto com o pai. Mora numa linda casa à beira mar com seu cachorro Moby- um boxer gigante. Estava solteiro, pois todos os seus relacionamentos não davam certo. Gostava de malhar, correr, andar de barco e aproveitar a vida se divertindo com os amigos junto das esposas e filhos. Sua irmã também costumava ficar com eles nos fins de semana. Não se preocupava muito em namorar alguém, até conhecer Gabby...


Gabby é uma linda assistente médica, trabalhava no Hospital Geral de Carteret, mora com sua cadela Molly, uma collier. Namora com Kevin há quatro anos, ele trabalha no escritório do pai que é o dono de uma das maiores corretoras de seguros da Carolina do Norte. Ela havia se mudado para Beaufort para ficar mais perto do namorado, acreditava que a relação já tinha tempo suficiente para avançar, mas Kevin sempre fugia quando o assunto era casamento e Gabby preferia acreditar que talvez ainda não estivesse preparado. Sua casa fica ao lado da casa de Travis, mas nunca tinham se falado até o dia em que ela foi tirar satisfações por conta de Moby. Ela jurava que o cão de Travis emprenhou sua pequena Molly.


O que era pra ser uma apresentação amigável tornou-se uma confusão, ela estava eufórica com a situação. Após a discussão com o vizinho Gabby decidiu que iria manter a distância dele, mas não foi possível, pois sua cadela teve complicações no parto e ela precisou da ajuda de Travis... Ele se mostrou muito solidário e nada chateado com a maneira que sua vizinha tinha agido dias atrás. Deu todo apoio necessário e cuidou da cadela como se fosse sua. Estava sempre na casa de Gabby para caso ela precisasse, pois Kevin precisou viajar à trabalho e ficaria fora por alguns meses. Nesse tempo muitas coisas vão acontecer.



Se a conversa era a letra da música, o riso e a melodia, fazendo com que o tempo que eles passavam juntos se transformasse em uma música que podia ser tocada repetidamente, sem que ele se cansasse de ouvi-la. 

Passam a maior parte do tempo juntos e se apaixonam, Gabby está divida mas decide se entregar à paixão e deixar as coisas acontecerem depois decidia o que fazer em relação a Kevin. Levou em consideração a falta de interesse do namorado em construir uma vida juntos e usou Travis como consolo, só que ela não sabia que se apegaria tanto a ele. Kevin voltou antes da data prevista deixando Gabby muito confusa e sem saber o que fazer, à essa altura já estava amando Travis, mas não seria tão fácil terminar com Kevin.

Escolheu ficar com Travis e logo se casaram, tiveram duas lindas filhas e a vida não poderia ser mais perfeita. Agora sim ela se sentia realizada, ao lado de um homem que correspondia à todas as suas expectativas. Cada um continuava no seu trabalho e tudo seguia às mil maravilhas até que acontece uma tragédia...


Em uma noite quando estavam saindo de um restaurante e indo para casa, sofreram um terrível acidente e Gabby ficou em coma. Noventa dias se passaram e ela continuava na mesma situação, a família tem que decidir se vão desligar os aparelhos ou deixar que ela seja levada para uma casa até voltar do coma- se voltar. Depois de um certo tempo o Hospital não fica mais com a paciente. Travis se vê diante dessa escolha. As chances dela sobreviver eram de 1% mas ele não queria que ela partisse.




Não importa quantas coisas horríveis aconteçam na vida, você ainda tem de seguir em frente.



A história é muito bonita e se tratando de Nicholas certamente tem lágrimas e vale muito à pena ler. Destaquei os pontos que mais me chamou atenção mas não me prolonguei pra não dar spoilers por causa do contexto que ele tem de "jogar" algumas informações e você achar que não faz sentido daí nas páginas seguintes se encaixar de maneira surpreendente. A cada livro que leio dele gosto mais e mais. 

Sobre o autor: 


Escritor, roteirista e produtor estadunidense.

1 comentários: